A mobilização digital através das redes sociais: a frágil estrutura que possibilita uma janela de oportunidades aproveitada pela nova direita no Brasil

A partir do segundo turno das eleições de 2014, observa-se a presença da chamada “nova direita”, aproveitando-se de uma dupla janela de oportunidades. Por um lado, há o modelo de mobilização massificada através das redes sociais e plataformas digitais, demonstrado como eficiente na rebelião popular de 2013. Outra janela foi a do que se pode chamar de “remar a favor”, tanto das denúncias da Operação Lava Jato como do agendamento e da difusão pelos conglomerados de comunicação.

Confira o artigo publicado na Revista Eletrônica Internacional de Economia Política da Informação da Comunicação e da Cultura – Eptic | Vol. 20, nº 2, mai.-ago. 2018
ISSN 1518-2487

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s