O voto de preservação e eurocético dos trabalhadores ingleses e a manipulação xenófoba do Brexit

02 de julho de 2016, vídeo de análise política, por Bruno Lima Rocha

O resultado do referendo do Reino Unido quanto à saída ou não da União Europeia (EU) trouxe à tona tensões domésticas e continentais. Podemos afirmar que tal resultado, com estreita margem de 52% pelo Brexit derrotando 48% dos britânicos optando por permanecer, é uma conjunção de múltiplos fatores, mas que no âmbito político doméstico marca um perigoso fortalecimento à direita do Partido Conservador.

O cientista político e professor da ESPM-Sul, Bruno Lima Rocha analisa a votação para a saída do Reino Unido da União Europeia.

Assista o vídeo de análise política aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s